Caros senhores,

Nunca comecem um e-mail de comunicação interna desse jeito. Você não está escrevendo uma carta em 1950. Um e-mail de comunicação interna deveria ser tão breve quanto uma mensagem que você digitaria no WhatsApp, com pressa, no trânsito, com uma mão no volante. Então, esqueça as formalidades e vá direto ao assunto.

Se você não está com tanta pressa ao ponto de precisar enviar um e-mail sem nem corrigir o português, caminhe até a mesa do seu colega ou ligue pra ele. Se ele está livre o suficiente para ler um e-mail, ele está livre o suficiente para atender a sua ligação.


Existem dois tipos de e-mails de comunicação interna em uma corporação: os longos, e os curtos. Se você escreveu um médio, provavelmente poderia ter usado menos palavras. No pior caso, você escreveu muito pouco e deixou de fora coisas importantes.

Exemplo de excelente comunicação por e-mail:

Rodrigo, faça uma contagem de quantos usuários pagantes nós temos nos nossos serviços e prepare os números para os discutirmos na nossa próxima ligação.


E no fim da mensagem, desligue a assinatura automática. Dentro de uma empresa, basta o seu nome no campo “Remetente” para o interlocutor saber quem você é.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s